MUNDO

Agência da ONU é acusada de envolvimento com terroristas e perde financiamentos

Funcionários foram acusados de participar do massacre contra Israel

Até o momento, quatro países suspenderam financiamentos à Agência da Organização das Nações Unidas (ONU) de Assistência aos Refugiados Palestinos, por envolvimento com terroristas. Deixaram de contribuir Estados Unidos, Austrália, Canadá e Itália.

A medida foi tomada depois de funcionários da agência da ONU serem acusados de participar do massacre comandado pelo ajuntamento extremista Hamas em Israel.

Em 7 de outubro de 2023, militantes do movimento realizaram uma investida contra o outro país.

Ataques terroristas que teriam tido apoio da ONU

 

Durante os ataques, extremistas mataram mais de mil israelenses e fizeram centenas de reféns, incluindo crianças, mulheres e idosos. Entre os mortos, havia centenas de jovens israelenses que participavam de uma festa que celebrava a vida — um dos alvos do Hamas.

Dezenas de prisioneiros permanecem nas mãos do Hamas, em esconderijos dentro da Faixa de Gaza — área controlada pela milícia islâmica. Em razão do ato terrorista, Israel declarou guerra ao Hamas.

Via: Revista Oeste

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo