Aviso no Topo do Site

Programa busca apoiar e incentivar jovens líderes de países em desenvolvimento

Natural de Caculé (BA) e ex-estudante do Colégio Estadual Norberto Fernandes (CENF), a universitária Paloma Coutinho, de 20 anos, que atualmente cursa Biotecnologia na Universidade Federal da Bahia (UFBA), foi aprovada na terceira etapa do programa “Crossroads Emerging Leaders Program”, que é uma parceria entre a Universidade americana de Harvard e o Instituto Mittal. O programa no qual a estudante foi aprovada para a próxima fase tem como objetivo apoiar alunos jovens de países em desenvolvimento.

Caculeense é aprovada para terceira etapa de programa acadêmico da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos hr

E-mail encaminhado pela Universidade

Entre os interesses da universitária pela carreira acadêmica, um dos maiores incentivos para participar do programa foi a oportunidade de conhecer novas pessoas e, consequentemente, criar uma rede de contatos com discentes e pesquisadores da Universidade. O melhoramento da capacidade de liderança e o sonho de contribuir para o desenvolvimento do país também foram pontos motivadores.

Em uma conversa com a nossa equipe, Paloma afirmou que o interesse pela área científica foi iniciado ainda no período em que estudava no CENF através das feiras que participava fora da cidade. A chegada até o processo de inscrição para o programa na Universidade americana, veio após uma outra aprovação no “Science Clubs International”. Ao alcançar a terceira etapa do “Crossroads Emerging Leaders Program”, a estudante garantiu certificados em dois cursos de Harvard.

Caminhada

Como aluna da rede pública de ensino superior, o direcionamento e possibilidades para que estudantes sigam na carreira científica é comum, mas em tempos onde os cortes na educação tem alcançado números absurdos, chegar onde Paloma chegou exige muita determinação.

Em um trecho da conversa com a nossa equipe, ela detalhou momentos da seleção para o processo, que inclui um formulário com dados pessoais, submissão do currículo acadêmico profissional, além de informações diversas para alinhamento do perfil enquanto participante.

“A experiência é simplesmente incrível, mesmo que não consiga ser uma finalista em Dubai, cada etapa que consegui passar, aprendizados, os contatos com jovens de vários países e com a comunidade de Harvard, já fazem dessa experiência completa e única”, afirmou Paloma.

A estudante também deixou um recado para os jovens que sonham em percorrer essa caminhada, afirmando que “Às vezes nós jovens não temos acesso a muitas oportunidades numa cidade de interior como Caculé, ou mesmo no Brasil. E com essa experiência, gostaria de ressaltar que sim! É possível. E é esse o meu sonho atual, junto com outros jovens que também já estão nesse caminho, mostrar que a gente pode fazer desse país um lugar melhor, e podemos ir muito além do que podemos imaginar”, concluiu.

Paloma escreveu sobre essa conquista em seu perfil na rede social Linkedin (clique aqui para ler com detalhes).

Por: Josivan Vieira / Informe Cidade / Foto: Arquivo Pessoal

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPE