DESTAQUENOTÍCIAPOLÍCIAREGIÃO

Registros de acidentes de trânsito estão crescendo em Guanambi

A quantidade de acidentes de trânsito no perímetro urbano de Guanambi está em alta constante em nestes primeiros meses de 2022. De acordo com os registros da Superintendência Municipal de Trânsito (SMtran), foram 117 acidentes de janeiro a março.

O que chama mais atenção nas estatísticas é a crescente nas ocorrências. Foram 18 em janeiro, saltando para 45 em fevereiro e chegando a 54 em março. Neste período, 50 pessoas tiveram algum tipo de ferimento e necessitaram de atendimento médico após seus acidentes. Somente em março, 97 veículos se envolveram em colisões de algum tipo na cidade.

O crescimento no número de acidentes ocorre em um momento em que mudanças estão sendo implementadas no trânsito da cidade. A mais impactante delas é a remoção de dezenas de redutores de velocidade do tipo quebra-molas. Quem trafega pelas vias de Guanambi consegue facilmente perceber a diminuições dos dispositivos nas pistas.

No entanto, para o Agente Mota, diretor do Departamento de Trânsito da SMTran, o aumento no número de acidentes está relacionado na maioria dos casos com a imprudência ou imperícia dos motoristas e desrespeito à sinalização de trânsito, não sendo percebidas mudanças relevantes na quantidade de acidentes nas vias onde houve remoção de quebra-molas.

Ele explica que a maior parte dos acidentes tem sido colisões laterais, onde na maioria das vezes, um dos condutores envolvidos não se atentou para a sinalização de parada obrigatória. Mota explicou também que os locais onde houve remoção dos quebra-molas estão sendo monitorados de forma constante.

Um dos cruzamentos com registros mais frequentes de acidentes é o das ruas Joana Angélica e Sátiro Dias, no Centro, ao lado do Colégio Luiz Viana. Os motoristas que trafegam pela Sátiro Dias devem realizar a parada obrigatório no cruzamento para dar preferência a quem trafega pela Joana Angélica, porém, tem sido constante os registros de colisão por desrespeito à sinalização.

No início do ano, prefeitura anunciou que está adquirindo lombadas eletrônicas para instalação em pontos considerados críticos em substituição aos antigos quebra-molas removidos. Também foi informado que os quebra-molas removidos estariam em desconformidade com a legislação de trânsito.

Por agenciasertao / Foto: SMTran

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo