BRASIL

TJ bloqueia contas da Igreja do pastor Valdemiro e encontra saldo zerado

Após bloquear as contas da Igreja Mundial, a Justiça de São Paulo encontrou saldo zerado. Fundada pelo apóstolo Valdemiro Santiago, a instituição religiosa conta com aproximadamente 6 mil templos no país e no exterior.

Segundo informações da coluna de Rogério Gentile, no portal UOL, a decisão de bloquear as contas foi do juiz Diogo Volpe Gonçalves Soares, da comarca de Ubatuba (SP), dentro de um processo movido por uma professora que em 2009 alugou um imóvel a um funcionário da Igreja Mundial, para o funcionamento de um templo em Ubatuba.

A proprietária recorreu à Justiça para cobrar uma dívida estimada em R$ 550 mil, após os pagamentos serem interrompidos, em outubro de 2017. O valor considera correção monetária, multa e custas processuais.

De acordo com a publicação, a defesa da Igreja de Valdemiro negou a dívida e alegou ser uma organização religiosa sem fins lucrativos, que se mantém apenas de dízimos e doações. “O caixa é volátil por natureza, uma vez que os dízimos e contribuições seguem a liberalidade dos fiéis, sendo de natureza voluntária e esporádica”, disseram os advogados, que pediram um prazo de um ano para desocupar o imóvel, argumentando que entidades religiosas contam com proteção especial na lei do inquilinato.

O Tribunal de Justiça de São Paulo, entretanto, não acatou o pedido e condenou a Igreja, mantendo a ordem de despejo e o pagamento dos aluguéis atrasados. O caso não cabe mais recurso e a Igreja Mundial agora pode apenas questionar o cálculo da dívida.

Ainda segundo a coluna, a ordem de bloqueio das contas se deu na tentativa de garantir o pagamento de cerca de R$ 50 de honorários do advogado que representa a proprietária do imóvel.

Fonte: bahia.ba / Foto: Felipe Pupo / Marcha para Jesus

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo